Exposição iMaterial

Alexandre Frangioni e João Carlos de Souza realizam a exposição “iMaterial” nos espaços de circulação do MARP.

“iMaterial” apresenta um outro espaço, ora deslocado ora revisto, e o tempo.

Não apenas um tempo cronológico, ou de um determinado instante, mas aquele que possui as relações diretas com a memória coletiva e pessoal.

No hall de entrada, Alexandre instala a obra “Êxodo”, contendo oitocentos cofrinhos com moedas, propondo a discussão sobre os valores nas sociedades contemporâneas, sob o ponto de vista monetário, em sua forma de acumulação e transformação. João Carlos espelha a janela acima da porta da entrada do MARP, para deslocar o público à um outro lugar, um outro clima, através da obra “Janela MARP”.

Na parede da escada posterior do museu estão instaladas 300 peças de madeira típica da região – peroba rosa, com as quais Alexandre constrói um código para ser lido por qualquer aplicativo de leitura de QR Code.

Esta obra, “QR Code II”, revela um pouco da história do prédio que o MARP ocupa.