Exodus

Apresentada por South Art Dealer

Abertura: 10 de Setembro de 2019

Alexandre Frangioni constrói conexões entre as sociedades, seus valores históricos e o tempo através da memória. Ele usa materiais em impressão 3D , imagens e objetos simbólicos, que são diretos e de fácil identificação. Através do seu trabalho, o artista discute princípios e como eles se relacionam conforme o tempo passa. Por exemplo, com a partição do tempo, embora o tempo continue ininterrupto.

A série “Exodus” apresenta obras que exploram os valores monetários por meio de seus significados de acumulação e transformação, revelando seus caminhos percorridos e os impactos causados ​​pela sociedade ao longo do tempo. O uso de símbolos, como os cofrinhos e o Charging Bull propõe à sociedade novas formas de percepção a respeito da estabilidade financeira e seus possíveis riscos causados pelo capitalismo e pelo chamado American way of life.

A importância das obras apresentadas vai além de uma simples proposta de objetos tridimensionais. A habilidade do artista desafia o observador a detectar uma narrativa concreta na medida em que parecem compor uma trilha impossível que continuamente instiga o espectador.

A visão de Frangioni não é apenas uma posição, mas especialmente uma atitude diante das conexões entre memória, tempo, dinheiro e a real importância do ser humano. Frangioni nasceu em 1967 em São Paulo, Brasil, onde atualmente vive e trabalha. Formou-se em Engenharia Química em 1989 e iniciou sua carreira como artista autodidata em 2005. Posteriormente aprofundou os estudos sob orientação do artista plástico João Carlos de Souza.

Desde 2016, Frangioni participa de feiras internacionais de arte nos EUA, Brasil, Argentina e Peru. Suas obras também foram apresentadas em importantes museus do Brasil, como o Museu de Arte Contemporânea de Ribeirão Preto (MARP), o Museu de Arte de Goiânia (MAG), o Museu de Arte Contemporânea do Mato Grosso do Sul (MARCO) e o Museu de Arte Contemporânea du Blumenau (MAB). Outros incluem o Museu Luiz Sacilotto em Santo André Casa do Olhar, o Museu de Arte Contemporânea de Jataí (MAC JATAÍ) e a Pinacoteca Benedito Calixto (Santos).

De 2 a 5 de maio de 2019 seu trabalho foi apresentado na ART New York, além de alguns shows alternativos, como “Prelocaçao” e “o desejo do outro”, ambos em São Paulo. Suas obras fazem parte de coleções públicas e privadas, como AAL – Arte Al Limite, Museu de Arte Contemporânea de Campo Grande e Renata de Paula.

 

fachada da exposição


instalação Exodus

detalhe da instalação

AlexaAdetalhes da instalaçãondre Frangioni - 2019 Exodus - New York - Tribeca